Clique e assine a partir de 8,90/mês

Coronavírus: Itália decreta quarentena na Lombardia e em Veneza

Será necessária uma permissão específica para, em casos de emergência, sair das áreas em isolamento

Por Da Redação - 8 mar 2020, 08h40

A escalada de casos do novo coronavírus fez o governo da Itália decretar quarentena em toda a região da Lombardia, incluindo Milão, assim como a região de Veneza, o norte de Emiglia Romana e o leste de Piemonte. A medida foi assinada pelo primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte neste domingo (8). As medidas devem afetar 16 milhões de pessoas e ao menos dezesseis províncias vizinhas.

Segundos autoridades, será necessária uma permissão específica para sair das áreas em isolamento para emergências. A polícia vai identificar se os visitantes têm motivo para atravessar os bloqueios. Entre as medidas, aulas e eventos esportivos são suspensos, exceto os profissionais, e há restrições de aglomerações em pontos religiosos e restaurantes. De acordo com a imprensa, o isolamento deve afetar um quarto da população do país. O decreto ordena fechamento de cinemas, teatros e museus em todo o país.

Nas últimas 24 horas, a Itália registrou mais 36 mortes por causa do novo coronavírus, o que aumentou para 233 o total de óbitos. O número de casos no país chega a 5.883. No Brasil, subiu para 19 o número de casos e a Argentina confirmou a primeira morte causada pela doença.

Publicidade