Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Coreia do Norte lança foguete, diz imprensa sul-coreana

Agência de notícias YTN divulga imagens do foguete lançado

A Coreia do Norte lançou, na noite desta quinta-feira (horário de Brasília, manhã de sexta-feira na Coreia do Norte), um foguete de longo alcance, informou a rede de TV sul-coreana YTN. A operação vinha sendo criticada por autoridades ocidentais. Segundo a Coreia do Norte, o lançamento pretendia pôr em órbita um satélite. De acordo com as primeiras informações, porém, a operação foi um fracasso.

O Ministério da Defesa da Coreia do Sul afirmou que o foguete teria se partido menos de dois minutos após o lançamento. Autoridades americanas confirmaram a versão. O problema teria ocorrido entre o primeiro e o segundo estágio. Autoridades da Coreia do Norte esperavam que o foguete permanecesse na atmosfera por dez minutos, até atingir o espaço.

Segundo a rede de TV CNN, o ministro da defesa japonês, Naoki Tanaka, afirmou que o foguete caiu no mar Amarelo.

Nesta quinta-feira, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, disse que os ministros de Relações Exteriores do Grupo dos Oito (G8) estavam “preparados para tomar medidas adicionais” se os norte-coreanos seguissem adiante com o lançamento do foguete.

“Se Pyongyang proceder com isso, todos nós iremos de novo ao Conselho de Segurança (da ONU) para tomar novas medidas”, disse Hillary aos jornalistas após uma reunião de chanceleres do G8 em Washington.

Acordo – Um lançamento seria “lamentável”, segundo Hillary, que lembrou que os Estados Unidos mantém suspenso o acordo alcançado no final de fevereiro com a Coreia do Norte, pelo qual esta se comprometia a interromper seus programas nucleares e de mísseis em troca de ajuda alimentar.

“Pyongyang tem uma escolha clara. Pode buscar a paz e colher os benefícios de laços mais fortes com a comunidade internacional, incluindo os Estados Unidos, ou pode continuar a enfrentar pressão e isolamento”, acrescentou.