Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Coreia do Norte instala segunda parte de foguete

Pyongyang pretende lançar projétil de longo alcance na próxima semana

Por Da Redação 4 dez 2012, 10h42

A Coreia do Norte já colocou na plataforma de lançamento a segunda parte do foguete de longo alcance que planeja lançar entre os dias 10 e 22, diante do alerta da Coreia do Sul, que formou nesta terça-feira um comando de emergência para vigiar os preparativos do vizinho.

Segundo a agência sul-coreana Yonhap, que cita uma fonte do governo de Seul, a Coreia do Norte instala agora a terceira e última parte do projétil na base de Dongchang-ri, no noroeste do país, e calcula-se que demorará um ou dois dias para concluir essa operação. Se concluído, será o segundo lançamento do tipo realizado pelo regime norte-coreano este ano, depois que em abril foi feita uma tentativa frustrada com um foguete que caiu em pedaços no Mar Amarelo poucos minutos após sua partida.

Leia também:

Leia também: Novo disparate da Coreia do Norte – unicórnios existem

O plano norte-coreano deixou em alerta alguns vizinhos asiáticos, especialmente a Coreia do Sul, com a qual o país está em guerra tecnológica desde que o conflito em que se enfrentaram entre 1950 e 1953 terminou com um armistício, sem que se tenha alcançado um tratado de paz.

Continua após a publicidade

Além de Seul, seu aliado, os Estados Unidos, e o Japão consideram que esse tipo de lançamento encobre na realidade provas de mísseis bélicos, algo que violaria duas resoluções da ONU que proíbem Pyongyang de desenvolver essa tecnologia. O regime comunista, no entanto, sustenta que tem o “objetivo pacífico” de pôr em órbita um satélite de observação terrestre.

Saiba mais:

Saiba mais: Coreia do Norte afirma ter míssil capaz de atingir os EUA

Sul – Nesta terça-feira, o exército da Coreia do Sul iniciou uma missão de emergência visando a analisar os últimos eventos nas preparações norte-coreanas, integrada por dez altas patentes militares especializadas em operações e análise de inteligência. As Forças Armadas sul-coreanas estão em seu nível normal de defesa, Watchcon 3, mas preveem aumentá-lo um grau quando começar a contagem regressiva para o lançamento.

A Marinha enviará para o Mar Amarelo ainda, nos próximos dias, dois navios de guerra Aegis equipados com radares SPY-1 para detectar a trajetória do projétil, segundo Yonhap. O plano para este mês seria o quinto teste norte-coreano com projéteis de longo alcance, após os testes realizados em 1998, 2006, 2009 e em abril passado.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade