Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Coreia do Norte fará novos testes nucleares em 2013

Fonte chinesa revela conversa diplomática que indica que Pyongyang quer usar experimentos para alterar rumo das conversas de paz com os EUA

Conversas diplomáticas confidenciais entre Pequim e Pyongyang apontam que a Coreia do Norte pretende fazer mais dois novos testes nucleares e lançar um foguete experimental provavelmente até o final de 2013.

De acordo fonte do governo chinês, a intenção dos norte-coreanos é manter o tom provocativo para tentar alterar o rumo do processo de negociação de paz. Pyongyang acredita que os Estados Unidos atuam para tirar do poder o ditador Kim Jong-un.

“Está tudo pronto”, informou a fonte. O quarto teste seria muito mais poderoso que o terceiro e pretende, liberando o equivalente a dez quilotoneladas de TNT.

A porta-voz do Departamento de Estado, Victoria Nuland, condenou as novas ameaças. “A Coréia do Norte tem de desistir de novas provocações que violam leis internacionais porque não vai atingir nada em termos de saúde, bem-estar, segurança e futuro para seus cidadãos. Ele só vai se isolar do restante do mundo”, afirmou;

Leia Também:

Obama promete defender Japão de ameaça nuclear

Seul apresenta míssil capaz de atacar Coreia do Norte

A fonte ainda afirmou que o governo norte-coreano está confiante em seus investimentos na economia do país e não parece temer novas e pesadas sanções do Conselho de Segurança da ONU. A China, único aliado da Coreia do Norte no órgão, pretende aprovar as sanções, mas não vai deixar de exportar alimentos e combustíveis.

O professor de Estudos Norte-Coreanos da Universidade de Seul, Lee Woo-Young, respaldou a fonte da Reuters afirmando: “é como ver o mesmo filme de novo e de novo. A ideia de que sanções mais pesadas vão fazer com que a Coreia do Norte pare de desenvolver armas nucleares é ineficaz”.

(Com agência Reuters)