Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Coreia do Norte estuda romper diálogo com os EUA, diz vice-chanceler

Representante do governo de Pyongyang diz que país não tem intenção de ceder a exigências americanas

A vice-ministra das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Choe Son-Hui, declarou, nesta sexta-feira 15, que seu país estuda suspender o diálogo sobre desnuclearização com os Estados Unidos após o fracasso da cúpula de Hanói, de acordo com informações da Yonhap, que cita a agência russa Tass.

“Não temos a intenção de ceder às exigências dos EUA (colocadas em Hanói) de nenhuma maneira, nem estamos dispostos a entrar em negociações desse tipo”, disse Choe, em um evento realizado em Pyongyang.

A informação acrescenta que o líder norte-coreano, Kim Jong-un, fará em breve uma declaração oficial para anunciar os próximos passos de seu regime após a recente cúpula realizada em Hanói, capital do Vietnã, com o presidente americano, Donald Trump, que foi encerrada sem acordo sobre o processo para desnuclearização da península coreana.

Neste domingo, o conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, declarou que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está aberto a uma terceira reunião de cúpula com Kim, mas pode ser necessário algum tempo antes que isso ocorra.

“O presidente está confiante em seu relacionamento pessoal com Kim Jong-un. Ele investiu muito tempo na tentativa de desenvolver esse relacionamento”, disse Bolton ao programa This Week, da ABC.

“Ele disse que está aberto para uma terceira cúpula, nenhuma foi marcada, e pode ter que passar algum tempo. Mas ele está preparado para se envolver novamente porque acha que as perspectivas para a Coreia do Norte estão tentando convencer Kim Jong-un a aceitar se desnuclearizados é realmente espetacular”, completou.

(Com EFE e Reuters)