Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Coreia do Norte diz ter prendido turista americano

Regime alega que homem violou 'leis que devem ser seguidas pelos turistas'. É o terceiro americano atualmente sob custódia das autoridades norte-coreanas

A Coreia do Norte anunciou nesta sexta-feira a detenção de mais um turista americano através de um comunicado emitido por sua agência de notícias estatal, o que eleva para três o número de cidadãos dos EUA mantidos sob custódia das autoridades de Pyongyang. O documento esclarece a prisão de um homem que entrou no país no dia 29 de abril por ter supostamente “violado leis que devem ser seguidas pelos turistas na república”.

Por outro lado, um representante do Departamento de Estado dos Estados Unidos também garantiu à agência japonesa Kyodo que tem conhecimento sobre a detenção de um terceiro cidadão americano na Coreia do Norte. O homem, que fazia parte de uma excursão turística, foi aparentemente detido em meados do mês de maio, pouco antes de deixar o país, explicou a fonte.

Esta seria a razão pela qual o governo americano emitiu uma advertência a seus cidadãos no dia 20 de maio, para que deixassem de viajar para a Coreia do Norte devido ao risco de o regime de Kim Jong-un fazer prisões arbitrárias, sem nenhum tipo de acusação, e que podem durar longos períodos.

“Nos últimos 18 meses, a Coreia do Norte prendeu vários cidadãos americanos que faziam parte de excursões turísticas. Não acredite que fazer parte de uma excursão em grupo e utilizar um guia vai evitar sua detenção pelas autoridades da Coreia do Norte”, diz o alerta. Por sua vez, uma fonte não especificada afirmou para a agência sul-coreana Yonhap que o cidadão americano teria sido detido depois de tentar deixar uma Bíblia no país.

No dia 26 de abril, o regime norte-coreano também anunciou que tinha detido um turista americano, identificado como Miller Matthew Todd, por seu “comportamento agressivo” durante sua passagem pela alfândega do país. A nota divulgada afirmava que, apesar de contar com um visto de turista, o homem “o rasgou em pedaços e gritou que solicitaria asilo” na Coreia do Norte.

O outro cidadão americano detido na Coreia do Norte é o pastor cristão e operador turístico Kenneth Bae, de 44 anos, que foi preso em novembro de 2012 quando liderava uma excursão turística na zona econômica especial de Rason, no extremo noroeste do país.

(Com agência EFE)