Clique e assine a partir de 8,90/mês

Coreia do Norte afasta principal chefe do Exército

Removido por 'razões de saúde', Ri Yong-ho era uma figuras central do regime

Por Da Redação - 15 jul 2012, 21h02

O chefe do Exército da Coreia do Norte, general Ri Yong-ho, foi afastado de todas as suas funções oficiais, anunciou a agência norte-coreana KCNA. A decisão teria sido motivada por problemas de saúde.

Ri, cuja patente é de “vice-marechal”, era também presidente da Comissão MIlitar Central e membro do Poliburo, a elite do Partido dos Trabalhadores, que controla o regime comunista norte-coreano.

Ao 69 anos, Ri Yong-ho era uma das principais figuras do governo e chefiava as Forças Armadas desde 2009. Recentemente, ele foi visto acompanhando o ditador norte-coreano, Kim Jong-un, numa homenagem a seu avô, Kim Il-Sung, por ocasião do aniversário de sua morte, em 1994.

A decisão de afastar Ri foi tomada após uma reunião do Comitê Central do partido comunista norte-coreano, neste domingo. Muitos analistas políticos a consideraram surpreendente, uma vez que ele vinha tendo papel crucial na transição do poder desde a morte de Kim Jong-Il, no final do ano passado. Por enquanto, nenhum sucessor foi indicado ao cargo.

Continua após a publicidade
Publicidade