Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Controladores aéreos peruanos encerram greve

Os controladores aéreos peruanos, que observavam uma greve de três dias, suspenderam o movimento, após chegarem a um acordo salarial com autoridades, informou um dirigente.

“Um dos itens acertados foi a formação de uma comissão entre autoridades da Corporação Peruana de Aeroportos e Aviação Comercial e os trabalhadores, para observar o aumento salarial dos controladores”, disse o secretário-geral do Sindicato dos Controladores Aéreos, Alberto Pimentel. Segundo ele, também “foram suspensas as cartas de demissão que afetavam alguns funcionários, e as denúncias no Ministério Público”.

“Os funcionários retornaram ao trabalho às 19h, normalizando as operações nos aeroportos do país”, informou Pimentel. Segundo ele, as negociações serão retomadas na segunda-feira.

A greve afetou os voos nacionais e internacionais, e fez com que o governo declarasse em emergência por 60 dias os serviços de controle do tráfego aéreo, a fim de zelar pela segurança das operações. A medida ainda não havia sido levantada pelo governo.

O movimento contou com a adesão de 168 funcionários, cadastrados no Sindicato Único dos Controladores do Tráfego Aéreo do Peru, que trabalham em 18 aeroportos do país.