Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Contra brigas no governo, mulheres iniciam greve de sexo

Por Da Redação 30 abr 2009, 08h14

Em protesto contra crescentes brigas na frágil coalizão do Quênia, mulheres quenianas deram início a uma greve insólita: uma semana sem sexo. A estratégia, anunciada na segunda por grupos ativistas femininos, espera que o boicote incite os homens do país a pressionar os líderes partidários por uma reconciliação – na cama e no governo.

A decisão foi tomada por temores de que o acirramento das disputas leve o Quênia de volta ao caos que eclodiu no país africano no ano passado após as eleições de 2007. A onda de violência, que deixou um saldo de mais de 1.000 mortos e outras centenas de milhares de desalojados, só foi encerrada com a formação de uma coalizão entre Mwai Kibaki, atual presidente, e Raila Odinga, premiê queniano. E é o enfraquecimento dessa aliança que agora ameaça a unidade nacional, segundo as grevistas.

Onze grupos ativistas femininos aderiram ao protesto. “Analisamos todas as questões que podem incitar as pessoas a conversar e concluímos que sexo é a resposta”, disse à agência de notícias Associated Press Rukia Subow, presidente da Organização do Desenvolvimento da Mulher, o maior e mais antigo grupo queniano de direitos femininos. “Ele desconhece tribos, não tem partido e acontece nas famílias mais pobres”, justificou.

As ativistas pediram também o apoio – e a abstenção – das mulheres do presidente e do premiê. E para evitar pôr tudo a perder, as manifestantes ameaçaram ainda pagar prostitutas para aderirem à greve.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês