Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Conservadores iniciam processo de escolha do novo primeiro-ministro britânico

Primeira rodada de votações irá eliminar um dos cinco candidatos na corrida pelo cargo de David Cameron

Por Da Redação
Atualizado em 4 jun 2024, 23h06 - Publicado em 5 jul 2016, 11h44

A corrida para liderar o Partido Conservador e se tornar o próximo primeiro-ministro do Reino Unido terá sua primeira fase nesta terça-feira. Durante o dia, parlamentares da legenda realizam uma primeira votação para eliminar um dos cinco candidatos que desejam ocupar o posto que será deixado em breve por David Cameron, em razão da aprovação do Brexit.

Após essa primeira rodada, os parlamentares conservadores irão repetir o processo mais uma vez na quinta-feira, e novamente na próxima terça, quando a lista ficará reduzida a dois nomes. Então, a votação será aberta os cerca de 150.000 membros do partido, que deverão escolher o próximo líder até 9 de setembro.

A secretária do Interior Theresa May, que apoiou Cameron na campanha pela permanência na União Europeia, é vista como a favorita pela imprensa britânica. May enfrenta alguma oposição de membros do partido que defendem que o novo primeiro-ministro deveria ser alguém favorável ao Brexit, uma vez que será o responsável por conduzir a saída.

Leia também:

Como uma traição fez Boris Johnson desistir de ser premiê britânico

Brexit: Quem ganha e quem perde com a saída do Reino Unido da UE

Brexit pode “nunca acontecer”, diz secretário de Estado dos EUA

Continua após a publicidade

Outro destaque é Andrea Leadsom, ministra de Energia britânica. Ela recebeu o apoio do ex-prefeito de Londres, Boris Johnson, que desistiu de competir, mas é vista como politicamente menos experiente que May. Também concorrem ao cargo Stephen Crabb, secretário do Trabalho e Pensões, o ex-ministro da Defesa, Liam Fox, e o secretário de Justiça Michael Gove, cuja candidatura foi responsável pela desistência de Johnson.

Todos os candidatos a primeiro-ministro prometeram respeitar o resultado do referendo do mês passado, além de aplicarem medidas para inibir a imigração, uma das principais reivindicações dos defensores do Brexit.

(Com AFP)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.