Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Conservador Sauli Niinistö toma posse como presidente da Finlândia

Por Da Redação 1 mar 2012, 09h51

Helsinque, 1 mar (EFE).- O conservador Sauli Niinistö tomou posse nesta quinta-feira como presidente da Finlândia e exercerá um mandato de seis anos em substituição à social-democrata Tarja Halonen, que deixa o cargo após 12 anos na chefia do país nórdico.

Durante a tradicional cerimônia de posse, realizada no Parlamento finlandês, Niinistö, advogado de 63 anos, assumiu o cargo ao qual chegou após vencer no segundo turno as eleições presidenciais de 5 de fevereiro, quando se impôs com clareza ao candidato verde Pekka Haavisto.

Niinistö é o primeiro presidente conservador desde 1956, o que põe fim a três décadas de hegemonia social-democrata na chefia do Estado nórdico.

Em seu discurso de posse, o novo presidente ressaltou a importância de manter o estado de bem-estar, um modelo que ‘talvez pareça mais desejável do que nunca no resto do mundo’.

‘Às vezes se diz que nosso modelo nórdico não é sustentável por seu excessivo setor público. No entanto, em geral enfrentamos as tempestades melhor do que o mundo ocidental, tanto em termos econômicos quanto de integridade. O bem comum tem um preço, mas obviamente vale a pena pagá-lo’, afirmou no Parlamento.

Embora a chefia do Estado seja o cargo mais prestigiado na política finlandesa, o presidente perdeu boa parte de seu poder nos últimos anos para se transformar no líder moral e máximo representante do país no exterior.

Coincidindo com a posse de Niinistö, entra em vigor uma reforma constitucional que reduz ainda mais os poderes do presidente e passa parte de suas competências ao Executivo e ao Parlamento.

Em virtude desta emenda, a partir de agora o máximo representante da Finlândia na União Europeia será o primeiro-ministro, o também conservador Jyrki Katainen. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade