Clique e assine a partir de 9,90/mês

Conservador Niinistö vence eleições presidenciais na Finlândia

Por Da Redação - 5 fev 2012, 16h36

Helsinque, 5 fev (EFE).- O candidato conservador à presidência da Finlândia, Sauli Niinistö, venceu o segundo turno das eleições com uma vantagem de 25 pontos sobre seu rival, o verde Pekka Haavisto, com 96% dos votos apurados.

Segundo os dados da Comissão Eleitoral, Niinistö obteve 62,8% dos votos contra 37,2% de Haavisto.

O candidato verde vinha reduzindo ligeiramente a vantagem inicial com a qual Niinistö partiu ao serem divulgados os primeiros resultados, embora finalmente as previsões foram cumpridas e Haavisto foi incapaz de superar seu rival.

A apuração indica ainda que Niinistö alcançará a maior vantagem já registrada em eleições presidenciais desde que a Finlândia instaurou o voto direto, em 1994.

Após reconhecer a derrota, Haavisto afirmou não se sentir decepcionado com o resultado, já que, em sua opinião, tanto ele como seus colaboradores fizeram uma boa campanha e quintuplicaram o apoio que seu partido tem no Parlamento de Helsinque.

‘Esta campanha vai deixar uma profunda marca na política finlandesa, porque conseguimos que se fale da tolerância e dos excluídos de nossa sociedade’, declarou.

O triunfo de Niinistö o transforma no primeiro presidente conservador desde 1956 e põe fim a três décadas da hegemonia social-democrata na chefia do Estado.

Além disso, representa um giro à direita sem precedentes na Finlândia, já que os conservadores do partido Kokoomus ostentam ao mesmo tempo a presidência e a chefia do governo pela primeira vez desde a independência do país, em 1917. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade