Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Congresso aprova pacote de infraestrutura de US$ 1,2 trilhão de Biden

A vitória para o governo, no entanto, não foi completa: o projeto de investimentos sociais e ambientais estimado em US$ 1,75 trilhão segue em análise

Por Da Redação Atualizado em 6 nov 2021, 09h23 - Publicado em 6 nov 2021, 09h16

Depois de uma série de discussões no Partido Democrata que duraram meses, o Congresso dos EUA aprovou na noite desta sexta, 5, o pacote de US$ 1,2 trilhão em investimentos em infraestrutura proposto pelo governo Biden. O plano vai levar recursos para estradas, pontes, aeroportos, ferrovias e redes de abastecimento de água, energia e internet.

Trata-se da principal conquista do presidente americano em um período turbulento de queda de popularidade, com a retirada desastrosa do Afeganistão e a derrota dos democratas nas eleições para governador da Virgínia. Ainda assim, o pacote de investimentos sociais e ambientais estimado em US$ 1,75 trilhão segue em análise. Biden disse estar confiante de que ele será aprovado até a semana de 15 de novembro.

O projeto de lei de infraestrutura foi aprovado por 228 votos a 206. “Água potável limpa para crianças, acesso à banda larga, veículos elétricos, mais investimentos em transporte público. E mais está por vir”, postou em uma rede social a porta-voz do presidente, Jen Psaki.

O plano havia sido aprovado no Senado em agosto, com apoio de republicanos, mas ficou três meses preso na Câmara por um impasse entre os próprios democratas. O partido de Biden, embora tenha maioria na Casa, levou semanas para obter um acordo entre a ala progressista e a ala moderada. Os progressistas pretendiam atrelar o projeto de infraestrutura ao de investimentos sociais, mas os moderados alegaram preocupação com alta no déficit fiscal. Eles se comprometeram, no entanto, a aprová-lo até novembro.

Continua após a publicidade

Publicidade