Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Congo: mais um depósito ameaçado após explosão matar 150

Um depósito de munições localizado perto do que explodiu no domingo em Brazaville, deixando mais de 150 mortos e mais de 1 mil feridos, está ameaçado pelo risco de propagação do fogo.

Os dois depósitos subterrâneos estão localizados a cerca de 100 metros um do outro, no regimendo de blindados do bairro Mpila, a leste da capital do Congo, declarou em Brazzaville à AFP essa fonte que pediu para não ser identificada.

“Existe o risco de propagação, porque o fogo (…) pode alcançar o outro depósito”, completou esta fonte.

Vários técnicos dirigiram-se ao local nesta segunda-feira para avaliar a situação, completou.

“A prioridade é apagar” os focos de incêndio que restam no depósito de munições que explodiu no domingo, declarou à AFP o ministro congolês do Interior, Raymond Mboulou.

O incêndio pode ter sido provocado por um curto-circuito.

Nas ruas adjacentes ao depósito de munições, centenas de casas foram destruídas. “Foi um tsunami sem água”, segundo o ministro.

As autoridades habilitaram duas igrejas e um mercado para receber os desabrigados, estimados em 3 mil.

Os hospitais da cidade, mal equipados, trabalhavam em condições difíceis e os feridos se amontoavam em quartos e corredores.

A França, ex-potência colonial, a União Europeia e a vizinha República Democrática do Congo anunciaram o envio de equipes médicas, materiais e medicamentos.