Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Confrontos armados no centro de Trípoli deixam dois mortos

Por Marco Longari - 3 jan 2012, 12h02

Confrontos armados explodiram nesta terça-feira no centro de Trípoli, com um saldo provisório de dois mortos, perto do edifício dos serviços de inteligência do antigo regime de Muamar Kadhafi, informaram testemunhas à AFP.

De acordo com Masu al Jadar, integrante de uma milícia que controla a zona onde o edifício está situado, um grupo armado de outra cidade tentou assumir o controle de um complexo em um ataque surpresa.

“Dois de nossos combatentes morreram nos confrontos que começaram de manhã”, disse Jadar. Segundo a mesma fonte, uma milícia rival da cidade de Misrata iniciou o ataque.

Diversas milícias armadas controlam suas áreas de influência nas principais cidades da Líbia, e cada grupo usa como base algum dos antigos edifícios utilizados durante o regime de Kadhafi.

Publicidade

Pela manhã, testemunhas informaram à AFP que os conflitos começaram quando o Ministério do Interior líbio tentou recuperar o controle do edifício onde funcionava o serviço de inteligência, motivando a reação armada da milícia que controla o complexo.

Estas informações não puderam ser confirmadas de forma independente, e um porta-voz do ministério do Interior contactado pela AFP se absteve de fazer comentários, alegando que ainda não dispunha de informações suficientes.

Testemunhas afirmaram que esses confrontos deixaram feridos, mas não souberam precisar um número, e que ambulâncias transportaram várias pessoas para o Hospital Zawiyah.

Durante o confronto foram ouvidos disparos de metralhadoras e canhões antiaéreos. Rebeldes seguiram para o local com lança-foguetes RPG, segundo os jornalistas da AFP.

Publicidade