Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Confronto em penitenciária deixa 44 mortos no México

Não foram usadas armas de fogo, apenas armas contundentes e cortantes

Por Da Redação 19 fev 2012, 20h22

Uma penitenciária de Monterrey, no norte do México, foi palco de uma briga entre presos na madrugada deste domingo. O confronto deixou 44 mortos, de acordo o porta-voz de Segurança Jorge Domene. “Não foram usadas armas de fogo, as mortes foram causadas por armas contundentes e cortantes”, disse Domene.

O choque entre prisioneiros está relacionado a uma disputa entre os cartéis do Golfo e de Los Zetas pelo controle da prisão. Não foram divulgados os nomes dos falecidos – funcionários do serviço forense estão levando os corpos a outro local para identificar as vítimas. Familiares dos detentos foram aos arredores da penitenciária para esperar notícias de seus parentes.

Esse não é o primeiro confronto em um presídio próximo a cidade de Monterrey: no dia 13 de outubro, sete internos morreram e outros doze ficaram feridos após uma briga entre grupos rivais na prisão de Cadereyta. Outras vinte pessoas morreram em uma penitenciária no estado de Tamaulipas no dia 15 de outubro de 2011. No início de janeiro, 31 presos morreram e treze ficaram feridos em uma briga na prisão de Altamira, também no estado de Tamaulipas.

Monterrey, terceira maior cidade do México – sua região metropolitana possui 4 milhões de habitantes -, é uma das cidades mais assoladas pelos conflitos entre cartéis.

(Com agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade