Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conflito na Síria está ‘fora de controle’ (Defesa dos EUA)

A situação na Síria está “fora de controle” após a morte do ministro da Defesa sírio nesta quarta-feira em um atentado a bomba em Damasco, afirmou o secretário americano de Defesa, Leon Panetta, durante uma coletiva de imprensa no Pentágono.

A comunidade internacional precisa “pressionar ao máximo (o presidente sírio Bashar al-) Assad para que ele faça o que é correto, abandonar (o poder) e permitir uma transição pacífica”, disse Panetta, acompanhado pelo ministro britânico da Defesa, Philip Hammond.

“É óbvio que o que está acontecendo na Síria representa uma escalada real dos combates. A violência só piorou e a perda de vidas só tem aumentado”, assegurou o secretário de Defesa.

Já Hammond acrescentou que está “absolutamente de acordo” com Panetta sobre o fato de que a situação está “fora de controle, enquanto a violência se aproxima do coração do regime”.

Panetta e Hammond fizeram essas declarações logo depois de um ataque a bomba em Damasco, reivindicado pelo Exército Sírio Livre (ESL), formado por desertores e civis armados, que matou o ministro da Defesa sírio, Daoud Rajha, e um de seus vice-ministros, Assef Shawkat, cunhado de Assad, indicou a televisão síria.

É a primeira vez que membros da cúpula do regime sírio morrem em 16 meses de contestação.

Também morreram no atentado o general Hassan Turkmeni, chefe do núcleo de crise criado para combater a rebelião síria, segundo informações do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Mais de 17.000 pessoas morreram desde o início do conflito, de acordo com a oposição.