Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Conflito entre desertores e Exército sírio causa a morte de 18 militares

Por Da Redação - 3 jan 2012, 15h14

Cairo, 3 jan (EFE).- Pelo menos 18 membros das forças de segurança sírias morreram nesta terça-feira num enfrentamento com soldados desertores na cidade de Jassim, na província de Deraa, no sul do país, segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

Em comunicado, o OSDH explicou que os choques começaram quando dezenas de integrantes do Exército desertaram levando suas armas. Os militares dispararam contra o grupo em fuga, que respondeu atirando.

Após o incidente, as forças de segurança sírias lançaram uma campanha de detenções no local do ocorrido, onde pelo menos cem pessoas foram detidas.

Os presos são moradores da cidade, afirma o comunicado, que acrescenta que os membros das forças de segurança roubaram o dinheiro de algumas famílias.

Publicidade

Os Comitês de Coordenação Local, grupo opositor sírio, confirmou que ocorreram conflitos entre os desertores e o Exército em Deraa, mas não informou sobre a existência de vítimas. EFE

Publicidade