Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Completando 89 anos, Fidel fala em “muitos milhões de dólares” de dívidas dos EUA com Cuba

Um artigo escrito pelo líder cubano foi publicado na imprensa local nesta quinta-feira

Por Da Redação 13 ago 2015, 18h14

Fidel Castro comemorou o aniversário de 89 anos nesta quinta-feira com um artigo publicado na imprensa local a respeito dos “muitos milhões de dólares” que os Estados Unidos supostamente devem a Cuba pelos danos causados por anos de embargo. “Eles devem a Cuba as indenizações equivalentes aos danos que chegam a muitos milhões de dólares, como denunciou nosso país com dados e argumentos irrefutáveis ao longo de suas intervenções ante as Nações Unidas”, escreve o ditador cubano.

O artigo foi publicado às vésperas da histórica visita que o secretário de Estado americano John Kerry fará à ilha, nesta sexta-feira, dia 14, para reabrir formalmente a embaixada de seu país, oito meses depois que Obama e Raúl Castro anunciaram o fim de meio século de hostilidades.

LEIA TAMBÉM:

Obama pede ao Congresso para suspender embargo a Cuba

EUA e Cuba vão reabrir embaixadas em 20 de julho

EUA retiram Cuba da lista de patrocinadores do terrorismo

Em seu aniversário, o ditador cubano recebeu a visita dos presidentes da Venezuela, Nicolás Maduro, e da Bolívia, Evo Morales. Nesta quinta-feira, Fidel e Maduro mudaram a programação inicial – o boliviano visitaria Fidel em sua casa – e apareceram de surpresa no Hotel La Laguna onde Morales está hospedado em Havana, informou a agência estatal boliviana ABI. “Para a Bolívia, todo o carinho do mundo e minha admiração”, disse Fidel Castro, segundo a ABI.

Fidel Castro tem dedicado sua aposentadoria a escrever artigos na imprensa e livros sobre a Revolução Cubana, além de receber personalidades estrangeiras, como o presidente francês, François Hollande, em sua casa em Havana, mas comparece a poucos eventos públicos. Ele não veste mais o tradicional uniforme verde oliva, e sim roupas esportivas. Pessoas que o visitaram afirmam que continua muito lúcido. As fotos recentes o mostram magro e encurvado e, em algumas imagens, é possível observar o uso de aparelho auditivo.

(Com agências EFE e France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade