Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Como ficou a cidade ucraniana de Kharkiv após ataques russos

Segunda maior cidade da Ucrânia foi palco de destruição no início do sexto dia de conflitos

Por Matheus Deccache Atualizado em 1 mar 2022, 16h25 - Publicado em 1 mar 2022, 16h04

O centro de Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia, foi atingido por mísseis nesta terça-feira, 1º, sexto dia da invasão da Rússia ao país. Um dos alvos foi um prédio do governo localizado na principal praça no centro da região. O anúncio foi feito pelo governador da região Oleg Synegubov e confirmado pelo comando de operações ucraniano.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, chamou a ofensiva de “terrorismo de Estado” e pediu reconhecimento da comunidade internacional a isso.

“O objetivo do terror é nos quebrar, é quebrar a nossa resistência”, disse em vídeo. Para ele, Kiev e Kharkiv são os principais alvos da Rússia no momento.

Segundo a agência de notícias Interfax, os ataques também teriam atingido parte de uma área residencial da cidade. Autoridades ucranianas dizem que ao menos dez pessoas morreram e vinte ficaram feridas após o bombardeio.

“Esta manhã, a praça central de nossa cidade e a sede do governo local de Kharkiv foram atacadas de forma criminosa”, afirmou Synegubov. “Esses ataques são genocídio do povo ucraniano, um crime de guerra contra a população civil”, acrescentou.

Veja abaixo como ficou a cidade após os ataques:

 

KHARKIV, UKRAINE - MARCH 01: (----EDITORIAL USE ONLY â MANDATORY CREDIT -
Escritório do governo de Kharkiv destruído após ataque russo Anadolu Agency/Getty Images

 

Praça de Kharkiv ficou destruída após ataques
Praça de Kharkiv ficou destruída após ataques Anadolu Agency/Getty Images

 

Carro destruído após ataques
Carro destruído após ataques Anadolu Agency/Getty Images
Continua após a publicidade

 

Cidade ficou destruída após ataque de míssil russo
KHARKIV, UKRAINE – MARCH 1, 2022 – Damage is pictured after shelling by Russian troops of central Kharkiv, northeastern Ukraine. (Photo credit should read Vyacheslav Madiyevskyy/ Ukrinform/Future Publishing via Getty Images) Future Publishing/Getty Images

 

Bombeiros resgatam pessoa em meio aos escombros em Kharkiv
Bombeiros resgatam pessoa em meio aos escombros em Kharkiv Sergey BOBOK/AFP

 

 

Escombros da praça em Kharkiv
Escombros da praça em Kharkiv Sergey BOBOK/AFP

 

Retrato de John Lennon em meio aos destroços em Kharkiv
Retrato de John Lennon em meio aos destroços em Kharkiv Sergey BOBOK/AFP

 

A view of the square outside the damaged local city hall of Kharkiv on March 1, 2022, destroyed as a result of Russian troop shelling. - The central square of Ukraine's second city, Kharkiv, was shelled by advancing Russian forces who hit the building of the local administration, regional governor Oleg Sinegubov said. Kharkiv, a largely Russian-speaking city near the Russian border, has a population of around 1.4 million. (Photo by Sergey BOBOK / AFP)
A view of the square outside the damaged local city hall of Kharkiv on March 1, 2022, destroyed as a result of Russian troop shelling. – The central square of Ukraine’s second city, Kharkiv, was shelled by advancing Russian forces who hit the building of the local administration, regional governor Oleg Sinegubov said. Kharkiv, a largely Russian-speaking city near the Russian border, has a population of around 1.4 million. (Photo by Sergey BOBOK / AFP) Sergey BOBOK/AFP

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)