Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Comissão Europeia emprega 500 mi para desmantelar usinas nucleares

Bruxelas, 24 nov (EFE).- A Comissão Europeia propôs nesta quinta-feira entregar uma ajuda de 500 milhões de euros a três países da União Europeia (Bulgária, Lituânia e Eslováquia) para que desmantelem três usinas nucleares.

‘É interesse de nossos cidadãos que estes reatores sejam desmantelados de modo seguro e nunca mais sejam reiniciados’, declarou em comunicado o comissário europeu de Energia, Günther Oettinger.

De acordo com o comissário, esta ajuda é ‘uma clara expressão da solidariedade da UE, que colocou a segurança nuclear em sua lista de prioridades’.

Para receber a quantidade prometida pela Comissão Europeia, os três países precisam de uma iniciativa legal que permita acumular os fundos restantes para completar todo o fechamento das centrais.

Com esta medida, o Executivo comunitário quer assegurar que os Governos dos três países possam realizar sem problemas o processo gradual de desmantelamento das usinas e enfrentar as obrigações financeiras.

Além disso, os países devem apresentar planos detalhados do processo de fechamento, que serão a base para controlar o avanço das medidas e a correta implementação dos recursos apresentados pela comissão.

As centrais que devem ser fechadas são as de Kozloduy, no noroeste da Bulgária, que receberá 185 milhões de euros; a de Ignalina, no leste da Lituânia, que contará com 210 milhões, e a de Bohunice, no oeste da Eslováquia, que terá 105 milhões.

De acordo com a Comissão Europeia, a ajuda da UE para o desmantelamento de usinas nucleares procura eliminar as maiores fontes de risco radioativo na Europa. EFE