Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Comandante da equipe Seal 4 morre no Afeganistão

Uma das suspeitas é que membro de força de elite da Marinha americana tenha cometido suicídio. Circunstâncias da morte estão sendo investigadas

Por Da Redação 23 dez 2012, 21h01

Um marinheiro identificado pela imprensa americana como o oficial comandante da equipe Seal 4, força de elite da Marinha americana, morreu no Afeganistão em um aparente caso de suicídio, informaram este domingo fontes militares e meios de comunicação americanos.

Leia também:

Em livro, militar desmonta versão da Casa Branca para morte de Osama

De acordo com o Pentágono, o comandante Job Price, de 42 anos, não morreu em combate e as causas de sua morte estão sendo investigadas.

Natural de Pottstown, Pensilvânia, Price morreu no sábado em decorrência de um “ferimento vinculado a uma situação extra-combate, enquanto oferecia suporte a operações de estabilização na província (central) de Uruzgan, no Afeganistão”, informou o Departamento de Defesa americano.

Continua após a publicidade

Investigações – Segundo a emissora CNN, que citou um oficial com conhecimento direto dos fatos, a Marinha americana está investigando a morte do oficial como um aparente suicídio. A fonte informou não haver indícios imediatos de que Price estivesse envolvido em qualquer investigação ou controvérsias militares. A família já teria sido informada da morte, acrescentou a CNN.

Leia também:

Seals são punidos por passar informação para videogame

Ainda segundo a CNN, militares encontraram o corpo de Price com um aparente ferimento de bala. Segundo o Pentágono, Price estava inscrito em uma unidade especial da Marinha de Guerra em Virginia Beach, no estado da Virgínia. Ele estava no Afeganistão como parte da operação ‘Liberdade Duradoura’ e tinha sido convocado para participar dos trabalhos de estabilidade em Uruzgan.

Segundo as emissoras NBC News e CNN, Price chefiava a equipe Seal 4, um dos oito comandos ligados à unidade de operações especiais Seal. Outra equipe destas forças de elite, a Seal 6, ficou famosa, em maio de 2011, após capturar e matar no Paquistão o líder terrorista Osama bin Laden, acusado de ser o mentor dos atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos.

(Com agências AFP e Efe)

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês