Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Com vacinação estagnada, EUA veem números de casos de Covid-19 dispararem

Mesmo com prêmios milionários para estimular vacinação, população americana não adere à campanha; com Delta, casos por Covid avançam 121% em duas semanas

Por Da Redação Atualizado em 18 jul 2021, 23h07 - Publicado em 18 jul 2021, 22h17

Enquanto metade dos brasileiros em idade adulta ainda não receberam sequer uma dose do imunizante contra a Covid-19, os Estados Unidos vivem uma realidade “alternativa”. Por lá, os números são razoavelmente melhores em relação ao Brasil, mas também há muitos que estão rejeitando às vacinas. Por isso, tornaram-se comuns as cenas de sorteios para aqueles que aceitam se vacinar. Por cada “agulhada”, os cidadãos americanos podem receber benefícios que vão desde carne e cerveja de graça a cheques de milhares de dólares. Pode parecer algo de outro mundo, mas a ação se justifica devido à baixa adesão à campanha de vacinação por parte da sociedade americana.

Segundo levantamento do Wall Street Journal com hospitais locais, a grande maioria dos pacientes que são internados por Covid-19 atualmente não receberam o imunizante — ou receberam apenas uma dose. À medida que a variante Delta, mais contagiosa, se espalha pelo país, os hospitais e funcionários da rede pública temem um novo pico da doença. Hoje, a média móvel de sete dias de infecções pela doença nos EUA está em 31.281 casos ao dia, indicador mais alto desde meados de maio, mas muito inferior ao ápice da pandemia no país, quando esse número chegou a ultrapassar 300 mil. Nas últimas duas semanas, o número de casos evoluiu acima de 100%.

RODA DA FORTUNA - Gavin Newsom, o governador da Califórnia: cheque de US$ 50 mil para 15 sortudos que se vacinaram contra a Covid
RODA DA FORTUNA – Gavin Newsom, o governador da Califórnia: cheque de US$ 50 mil para 15 sortudos que se vacinaram contra a Covid @CAGovernor/Twitter

Segundo as redes AdventHealth, que administra 41 hospitais em sete estados americanos, e HCA Healthcare Inc, o número de pacientes que foram vacinados e tiveram de ser internados para tratar problemas em decorrência da Covid-19 não ultrapassa a 3%. 

Hoje, os estados que mais preocupam são justamente aqueles onde os americanos menos se vacinaram. Na Carolina do Norte, por exemplo, pouco mais da metade (53%) dos residentes elegíveis foram vacinados. Os dados do estado de Arkansas mostram que cerca de 40% das pessoas elegíveis lá estão totalmente vacinadas. Não por acaso, é um dos estados que mais contabilizam novas infecções por Covid-19 no país. Mostra que mais sorteios deverão ser realizados para impulsionar a vacinação.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)