Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Com mortes em alta, EUA ultrapassam 20 milhões de casos de Covid-19

Total de óbitos decorrentes da pandemia passou de 345.000 e número de vacinados ficou bem abaixo da meta em dezembro

Por Da Redação Atualizado em 2 jan 2021, 08h24 - Publicado em 1 jan 2021, 21h55

Os Estados Unidos ultrapassaram nesta sexta-feira, 1º, a marca de 20 milhões de casos de infecção do novo coronavírus em um momento drástico no combate à pandemia. As autoridades locais buscam acelerar a vacinação, enquanto uma variante mais infecciosa da Covid-19 se espalha pelos estados do Colorado, Califórnia e Flórida.

De acordo com a agência Reuters, os Estados Unidos registraram um aumento no número de mortes diárias no país desde o Dia de Ação de Graças, com 78.000 vidas perdidas em dezembro. O total de óbitos por Covid-19 nos Estados Unidos chegou a 345.000 ou um em cada 950 residentes do país desde que o vírus apareceu pela primeira vez na China no final de 2019.

A taxa de novas infecções aumentou na segunda metade de 2020. Uma análise dos dados da Reuters mostra que os primeiros 5 milhões de casos foram registrados em 200 dias; o número dobrou em 93 dias; já para subir de 15 milhões para 20 milhões, passaram-se apenas 25 dias.

  • A Califórnia tem o maior número de casos de todos os Estados, com cerca de 2,28 milhões de infecções, seguida pelo Texas com 1,76 milhão de casos e a Flórida com 1,32 milhão.

    Os Estados Unidos estão registrando uma média de 186.000 casos por dia, abaixo de um pico em meados de dezembro de mais de 218.000 novas infecções por dia. Autoridades de saúde alertaram, no entanto, que os casos provavelmente aumentarão novamente após as festas de Natal e Ano Novo. Atualmente, existem mais de 125.000 pacientes COVID-19 em hospitais dos EUA, um aumento de 25% em dezembro.

    Embora os Estados Unidos tenham aprovado duas vacinas, a implantação vem ocorrendo mais lentamente do que o governo esperava. Cerca de 2,8 milhões de americanos receberam uma vacina contra Covid-19 até 31 de dezembro, bem abaixo da meta de 20 milhões para o período. O senador Mitt Romney fez nesta sexta-feira um apelo para que o governo federal recrute veterinários e médicos de combate para distribuir vacinas contra o coronavírus.

    Continua após a publicidade
    Publicidade