Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Com arritmia cardíaca, Fujimori é levado a hospital em Lima

Ex-presidente do Peru deixou recentemente a cadeia, favorecido pelo indulto concedido pelo atual mandatário, Pedro Pablo Kuczynski

Por EFE Atualizado em 15 jan 2018, 17h15 - Publicado em 14 jan 2018, 21h26

O ex-presidente peruano Alberto Fujimori, que recentemente deixou a cadeia em razão do indulto assinado pelo atual presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, foi levado neste domingo a um hospital de Lima após sofrer uma arritmia cardíaca. “Ele fará exames de revisão porque, apesar de ter tido uma evolução nesses sete dias, não está totalmente estável. Tem tido períodos curtos de arritmia”, disse o médico de Fujimori, Alejandro Aguinaga, em entrevista ao jornal El Comércio.

  • Imagens da emissora RPP Noticias mostram o ex-presidente chegando no hospital em um carro preto. Depois de receber o indulto, Fujimori está morando em uma luxuosa casa no distrito de La Molina. Durante o percurso, Fujimori, de 79 anos, e que cumpria uma pena de 25 anos de crisão por crimes contra a humanidade, apresentava um semblante cansado, mas acenou para um repórter que acompanhava o caminho feito pelo veículo no qual ele estava. O ex-presidente estava acompanhado do filho mais novo, o congressista Kenji Fujimori.

    Fujimori recebeu o indulto no dia 24 de dezembro, três dias depois de uma das alas do fujimorismo, liderada por Kenji, ter optado pela abstenção na votação de um pedido de cassação contra Kuczynski por causa dos vínculos do presidente com a Odebrecht. A decisão gerou vários protestos. A maior parte dos cidadãos peruanos acredita que, na verdade, o indulto foi uma troca de favores entre Kenji e Kuczynski, que nega a negociação.

    Publicidade