Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Colômbia rejeita ataques a caminhões equatorianos e anuncia punições

Por Da Redação 12 nov 2011, 00h04

Bogotá, 11 nov (EFE).- O Governo colombiano rejeitou nesta sexta-feira os ataques a três caminhões equatorianos nos últimos dois dias e anunciou que haverá punições aos agressores.

O Ministério das Relações Exteriores da Colômbia, em comunicado divulgado esta noite, expressou sua rejeição ao ‘vandalismo’ e ações que atentam contra o direito à livre circulação do transporte terrestre.

Além disso, informou que ‘as autoridades competentes empreenderam ações pertinentes para sancionar os responsáveis, sendo que um deles já está detido’.

O ministério respondeu assim a denúncia formulada nesta sexta-feira pela Embaixada do Equador em Bogotá, que revelou que um terceiro caminhão foi atacado na Colômbia em dois dias, horas após outra queixa pelo ataque a dois veículos na quinta-feira em estradas do sudoeste colombiano.

A embaixada equatoriana em Bogotá detalhou em comunicado que o gerente de uma das empresas de transporte afetadas, Harrison Vizcaíno, declarou que os ataques ‘teriam sido perpetrados por pessoas relacionadas com a Associação de Caminhoneiros da Colômbia’.

Após as sabotagens, a Embaixada do Equador enviou nesta sexta-feira uma nota à Chancelaria da Colômbia ‘insistindo que adotem com urgência as medidas necessárias para garantir o transporte internacional de mercadorias, e para que as agressões não fiquem impunes’.

Com os três ataques dos últimos dois dias, ao longo do último ano ‘aconteceram 37 atentados contra comboios de veículos equatorianos de carga na Colômbia’, lembrou a Embaixada do Equador em Bogotá. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade