Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Colômbia definirá postura sobre crise paraguaia após estudá-la com Unasul

Bogotá, 23 jun (EFE).- O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, reiterou neste sábado que não definirá sua postura sobre a crise levantada após o impeachment de Fernando Lugo como presidente do Paraguai até que estude ‘bem’ o acontecido com os demais países-membros da Unasul.

Santos lembrou que vários países de Unasul já decidiram não apoiar o novo Governo do até então vice-presidente, Federico Franco.

O presidente da Colômbia acrescentou que depende de receber o relatório de sua chanceler, María Ángela Holguín, sobre o acontecido durante o julgamento político no Senado paraguaio que derivou no afastamento de Lugo.

María Ángela testemunhou estes fatos em Assunção junto aos demais chanceleres da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), enviados por seus presidentes para serem observadores e intermediários.

‘Esse procedimento bastante sui generis de um julgamento de duas horas deixa um sabor muito ruim’, opinou o presidente colombiano sobre o, segundo sua opinião, pouco tempo que teve Lugo para justificar os atos de sua gestão que foram postos em interdição.

Além disso, lamentou ‘enormemente’ a cassação de Lugo, a quem identificou como um amigo ao qual estima. EFE