Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Coletes amarelos’ protestam pelo 17º fim de semana consecutivo na França

Grupo se manifesta desde novembro para se opor aos planos do presidente Emmanuel Macron de aumentar impostos

Milhares de manifestantes de coletes amarelos protestaram pelo 17º fim de semana consecutivo na França.

O protesto em Paris começou com um tom festivo e predominantemente feminino. Algumas mulheres carregavam balões rosas e lideravam uma marcha tranquila que pedia direitos iguais e igualdade salarial.

Ao final, porém, a polícia disparou gás lacrimogêneo e usou jatos de água para dispersar o ato na avenida Champs-Élysées. No local, um grupo de manifestantes, com os rostos cobertos por camisas pretas, se recusavam a encerrar o protesto.

Ainda assim, o clima geral era mais tranquilo que o de semana anteriores, quando houve queima de carros e quebra-quebra de lojas.

O Ministério do Interior informou à BFMTV que havia 7 mil pessoas nas ruas de Paris neste sábado, 9, maior do que os 5,6 mil da semana anterior. Houve protestos ainda em Bordeaux, Lille e Le Puy-en-Velay.

Os protestos de coletes amarelos começaram em novembro para se opor aos planos do presidente Emmanuel Macron de aumentar impostos. Eles rapidamente se transformaram em um amplo movimento com um rol de exigências, incluindo a remoção de Macron do cargo, o restabelecimento do imposto sobre a riqueza na França e o aumento do poder de compra da classe trabalhadora. O movimento atrai muitos de seus apoiadores dos extremos da política francesa e de um crescente segmento do eleitorado francês que se desencantou completamente com a política.