Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Colégios eleitorais abrem no Senegal

Por Da Redação - 1 jul 2012, 06h27

Dacar, 1 jul (EFE).- Os colégios eleitorais abriram neste domingo às 8h (horário local, 5h de Brasília) no Senegal para recolher os votos de 5,1 milhões de eleitores convocados para renovar as 150 cadeiras da Assembleia Nacional do Senegal.

Um total de 7.200 candidatos de 24 coalizões e partidos políticos disputam o voto dos eleitores, três meses depois das eleições presidenciais.

As votações começaram na hora prevista, embora alguns problemas de administração tenham provocado atrasos de mais de meia hora em alguns centros, tanto na capital, Dacar, como em localidades do interior do país, segundo informaram emissoras de rádio locais.

Cerca de 12 mil mesas eleitorais distribuídas em 6.200 centros recolherão os votos dos eleitores. Também votarão os senegaleses residentes em 42 países por todo o mundo.

Publicidade

Uma missão de observadores internacionais enviados pela União Africana (UA), liderada pelo ex-presidente nigeriano Olusegun Obasanjo, supervisionará as eleições, que contarão também com uma equipe de especialistas eleitorais desdobrada pela União Europeia (UE).

Além disso, várias ONGs nacionais e internacionais fiscalizarão as votações, que tentarão garantir a imagem do Senegal como uma das democracias mais sólidas do continente africano. EFE

Publicidade