Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Civis foram mortos no Afeganistão por participarem de festa

Talibãs são acusados de matar camponeses por se misturarem com mulheres

Os dezessete civis encontrados mortos na província de Helmand, no sul do Afeganistão, na noite de domingo foram assassinados por participarem de uma festa, informaram nesta segunda-feira autoridades locais. Suspeita-se que os talibãs, que desaprovam o contato social entre homens e mulheres, estejam por trás do ataque.

Os corpos de quinze homens e duas mulheres foram encontrados na beira da estrada do distrito de Musa Qala, em Helmand, que está sob controle dos talibãs. Os corpos ou foram decapitados ou tiveram as gargantas cortadas. Os homens ouviam música e assistiam às mulheres dançarem antes do ataque. A imprensa local diz que eles foram mortos porque eram funcionários do governo.

Além disso, um quartel do Exército afegão na província de Helmand sofreu, nesta segunda-feira, um ataque de extremistas que terminou com ao menos 10 soldados mortos. No mesmo dia, um soldado afegão matou dois militares da Otan, informou a Força da Aliança Atlântica (Isaf). Os insurgentes talibãs são muito ativos na região e já foram acusados no passado de decapitar camponeses acusados de espionar para a Otan.