Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Cinemas do Reino Unido banem jovens de terno das sessões de Minions 2

Grupos de adolescentes vestidos de terno estão se "comportando de maneira extremamente ruim" nas sessões do filme para viralizarem nas redes sociais

Por Matheus Deccache 5 jul 2022, 16h11

Alguns cinemas do Reino Unido estão proibindo a entrada de adolescentes vestindo ternos nas sessões do filme Minions 2: A Origem de Gru, devido ao comportamento desordeiro alimentado pela hashtag GentleMinions, do TikTok.

Vídeos espalhados pelas redes sociais mostram jovens se reunindo em grupos para gritar e jogar coisas na plateia durante as exibições dos filmes, acumulando milhões de visualizações. O objetivo da vestimenta e do comportamento é copiar o personagem principal, Gru, e suas características. 

O estúdio responsável pelo longa, a Universal Studios, endossou a tendência e disse por meio do Twitter que “estava amando todos que estavam indo de terno nas sessões de Minions 2”. A maioria desses adolescentes estão comemorando que “a espera de cinco anos finalmente acabou”, devido ao tempo de lançamento do último filme da franquia. 

Por conta disso, muitos cinemas precisaram cancelar algumas sessões devido ao “comportamento extremamente ruim dos jovens”, que inclui atos de vandalismo, arremesso de objetos e abuso de funcionários. 

Como solução, algumas redes publicaram anúncios dizendo que não iriam mais permitir a entrada de jovens e crianças vestidas de terno desacompanhados dos pais. 

A famosa franquia teve início em 2010 com o filme Meu Malvado Favorito, que acompanhava o supervilão Gru com seu exército de minions amarelos, que logo se tornaram extremamente populares na cultura pop e renderam uma série de memes na internet. 

O mais recente longa, Minions 2: A Origem de Gru, estreou em primeiro lugar na bilheteria brasileira e acompanha o protagonista ainda criança tentando entrar para um grupo de supervilões.  

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)