Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chuvas torrenciais matam 61 pessoas e 6,7 milhões na China

Governo informa haver 83 desaparecidos; tsunami de lama varreu área de estacionamento na província de Fujian

Inundações e deslizamentos de terra provocados por chuvas torrenciais afetam mais de 6,7 milhões de pessoas em 22 províncias na China desde o início de junho. Sessenta e uma pessoas morreram e 83 estão desaparecidas, 9.300 casas estão destruídas e 356.000 chineses foram removidos de seus locais de suas moradias.

Em um dos momentos mais dramáticos, na província de Fujian, um tsunami de lama atingiu uma rua onde carros e motocicletas estavam estacionados, arrastando árvores e rochas. As imagens foram capturadas por uma câmera. Equipes de resgate tentaram remover um homem preso na lama. Mas, depois de três horas sem sucesso, ele morreu, segundo a rede de televisão americana ABC.

Segundo o Ministério de gerenciamento de Emergências da China, as perdas econômicas são estimadas em 2,8 bilhões de dólares. As inundações devastaram mais de 33,7 milhões de  hectares de áreas plantadas. O vice-ministro de Recursos Hídricos, Ye Jianchun.

Segundo a rede japonesa de televisão NHK, choveu mais de 600 milímetros em algumas das regiões afetadas. A agência chinesa de notícias Xinhua informou que a previsão do Centro Nacional de meteorologia é de redução das chuvas a partir desta sexta-feira, 14.