Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

China inclui disciplina sobre pensamento de Xi no currículo escolar

Nova diretriz equipara o presidente e líder do Partido Comunista chinês a Mao Tsé-Tung, fundador da legenda

Por Da Redação 27 ago 2021, 15h45

A China vai adicionar a disciplina Pensamento de Xi Jinping“, o presidente e secretário-geral do Partido Comunista, em seu currículo nacional para ajudar a “estabelecer a crença marxista” na juventude do país, disse o Ministério da Educaçãoem diretrizes publicadas na última terça-feira, 24.

O documento afirma que os pensamentos do chefe de Estado sobre o socialismo, com características chinesas, são importantes para a formação dos jovens da China e para fortalecer a relação deles com a cultura socialista do país. As novas diretrizes serão aplicadas da escola primária até a universidade. Entre os ensinamentos, estará a educação para “cultivar o espírito trabalhador” e liderança partidária. 

De acordo com o meio de comunicação estatal Global Times, “as escolas primárias se concentrarão em cultivar o amor pelo país, pelo Partido Comunista da China e pelo socialismo. Nas escolas secundárias, o foco será uma combinação de experiência perceptual e estudo do conhecimento para ajudar os alunos a formarem opiniões e julgamentos políticos básicos”.

Desde que assumiu o poder em 2012, o presidente chinês tem procurado fortalecer o papel do Partido Comunista Chinês em todas as áreas da sociedade. Em 2018, a doutrina política do “Pensamento de Xi Jinping” foi acrescentada à Constituição do Partido. Agora, com a suas ideologias descritas como “pensamento”, Jinping se equipara ao fundador do partido, Mao Tsé-Tung. Antes dele, ninguém nunca havia recebido essa atribuição.

Continua após a publicidade

Publicidade