Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

China e Coreia do Norte acordam sobre zonas econômicas

O ditador Kim Jong-un havia manifestado intenção de 'desenvolver a economia de seu país' e também 'melhorar os meios de vida da população' norte-coreana

Pequim anunciou nesta terça-feira que assinou com Pyongyang acordos sobre duas zonas econômicas especiais, depois que o ditador norte-coreano, Kim Jong-un, manifestou sua intenção de “desenvolver a economia” de seu país e “melhorar os meios de vida da população” norte-coreana. Os acordos foram assinados durante uma visita a Pequim de Jang Song-Thaek, tio de Kim Jong-un, que viajou com uma delegação. A China é o único aliado de peso do regime norte-coreano e seu principal sócio econômico.

Leia também:

Leia também: O que o estilo ‘dinâmico’ de Kim Jong-un tem de fato a dizer

Leia também:

Leia também: Após 4 anos, Japão e Coreia do Norte retomarão relações

com a crise humanitária na Coreia do Norte

Leia também:

Leia também: O mistério e a hipocrisia das mulheres dos facínoras

(Com agência France-Presse)