Clique e assine com até 92% de desconto

China, Coreia do Sul e Japão realizam encontro depois de três anos

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 21h37 - Publicado em 21 mar 2015, 12h22

No primeiro encontro em três anos, os ministros de Relações Exteriores de Coreia do Sul, Japão e China concordaram neste sábado em trabalhar em conjunto para estreitar os laços diplomáticos. Os dirigentes também entraram em acordo para manter esforços para retomar as cúpulas entre seus líderes.

Sentimentos negativos em relação ao Japão cresceram na Coreia do Sul e na China recentemente diante dos esforços de Tóquio em esconder fatos históricos, como a brutal colonização da península coreana e a invasão na China na primeira metade do século XX. Por essa razão, as negociações entre os presidentes foram interrompiadas.

“Os três ministros de Relações Exteriores, com base no espírito de olhar diretamente para a história e seguir em frente para o futuro, concordaram em fazer esforços conjuntos para resolver adequadamente os problemas relacionados, melhorar as relações bilaterais e reforçar a cooperação entre as três nações”, disse Yun Byung-se, ministro das Relações Exteriores da Coreia do Sul.

“Os problemas relacionados com a história não são sobre o passado, mas sobre o presente”, disse Wang Yi, disse ministro de Relações Exteriores da China. Ele disse que os países não devem permitir que as suas relações sejam ainda mais prejudicadas por questões históricas.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade