Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chefe do tráfico de drogas colombiano morre em operação militar

O guerrilheiro e líder do narcotráfico colombiano Víctor Ramón Navarro Serrano, conhecido como Megateo, morreu em uma operação militar no noroeste da Colômbia, informaram autoridades colombianas nesta sexta-feira.

O embaixador da Colômbia em Washington, Juan Carlos Pinzón, parabenizou tanto a polícia como as forças militares pelo Twitter.

Leia também:

Colômbia: Farc anunciam fim do treinamento de combate para rebeldes

Acordo de paz com as Farc sai em até 6 meses, diz presidente da Colômbia

‘Narcos’ da vida real: A ostentação dos traficantes exibida no Instagram

Megateo, de 39 anos, líder de um pequeno reduto da guerrilha do Exército Popular de Libertação (EPL) na agreste região do Catatumbo, na fronteira com a Venezuela, era um dos homens mais procurados pelas autoridades colombianas.

A recompensa do Departamento de Justiça dos Estados Unidos por informações que levassem à captura do traficante de drogas era de 5 milhões de dólares (19,5 milhões de reais).

De acordo com declarações do governador do departamento do norte de Santander, Edgar Díaz, à emissora Caracol Radio, a operação foi realizada na noite de quinta-feira em uma região rural do município de Hacarí, onde Navarro tinha sua base de operações.

Como parte da operação conjunta da polícia e das forças militares foi efetuado um bombardeio na região montanhosa, na qual Megateo se refugiava, e pelo menos três pessoas de seu círculo de segurança morreram, acrescentou Díaz. Os corpos foram encaminhados a especialistas para serem identificados, já que sofreram graves danos ao longo do bombardeio.

(Com EFE)