Clique e assine com 88% de desconto

Chefe de finanças do Estado Islâmico morre em bombardeio

Porta-voz das Forças Armadas americanas confirmou a morte de Abu Salah e de outros dois comandantes do grupo jihadista em ataques aéreos da coalizão liderada pelos EUA

Por Da Redação - 10 dez 2015, 16h30

O chefe das finanças do grupo extremista Estado Islâmico (EI) foi morto em um bombardeio realizado pela coalizão liderada pelos Estados Unidos, informou nesta quinta-feira um oficial militar americano à rede BBC. Muwaffaq Mustafa Mohammed al-Karmoush, conhecido como Abu Salah, e outros dois comandantes do grupo jihadista morreram “nas últimas semanas”, disse o oficial, sem dar detalhes da operação.

Leia também:

Ataques aéreos deixam 26 civis mortos no nordeste da Síria

Parlamento alemão aprova ação contra EI na Síria

Publicidade

Britânicos realizam primeiros ataques aéreos na Síria

A informação foi confirmada pelo coronel Steve Warren, porta-voz das Forças Armadas dos EUA. Warren chamou Abu Salah de “um dos membros mais antigos e experientes” da rede de financiamento do grupo terrorista. Ele teria nascido no Iraque em 1973.

Os ataques aéreos contra o EI no Iraque e na Síria ocorrem há mais de um ano. Na segunda-feira, o Pentágono confirmou a morte do comandante do Estado Islâmico na Líbia, Abu Nabil, na cidade de Derna no dia 13 de novembro.

Imagem do terrorista do Estado Islâmico que o Pentágono acredita ser Abu Nabil, também conhecido como Wissam Najm Abd Zayd al Zubaydi, que foi morto em um ataque aéreo na Líbia em novembro
Imagem do terrorista do Estado Islâmico que o Pentágono acredita ser Abu Nabil, também conhecido como Wissam Najm Abd Zayd al Zubaydi, que foi morto em um ataque aéreo na Líbia em novembro VEJA

(Da redação)

Publicidade