Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chef espanhol alimenta 1 milhão em Porto Rico após furacão

Organização de José Andrés, chef espanhol com duas estrelas Michelin, forneceu alimentação à população da ilha caribenha afetada pelo furacão Maria

A organização sem fins lucrativos World Central Kitchen, do premiado chef espanhol José Andrés, revelou que já alimentou mais de 1 milhão de pessoas afetadas pelo furacão Maria em Porto Rico. A entidade atuou por um período de três semanas na ilha caribenha, cuja população ainda sofre com a devastação causada pela catástrofe natural.

“Para chegar a esse número, José Andrés e sua rede de chefs instalaram quinze cozinhas, contaram com a colaboração de 500 voluntários e dez caminhões para distribuir quase 120.000 refeições diárias a pessoas com necessidades”, indicou a nota assinada nesta terça-feira por Andrés, detentor de duas estrelas Michellin e dono de 26 restaurantes.

Em comunicado, o chef espanhol, nomeado como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo pela revista Time, disse que trabalhou “incansavelmente” com o centro de operações na capital, San Juan, para estabelecer uma série de cozinhas itinerantes em toda a ilha. Segundo as últimas informações das autoridades locais, apenas 20% de Porto Rico conta com acesso à energia elétrica – uma questão que o fundador da Tesla, Elon Musk, já se propôs a colaborar para resolver.

 

Nesta quarta-feira, o governador de Porto Rico, Ricardo Rosselló, anunciou a suspensão do toque de recolher estabelecido desde a passagem do furacão Maria. A medida havia sido tomada para evitar roubos e saques. O chefe do Executivo da ilha viaja a Washington amanhã em busca de apoio do Congresso americano para aprovação de um pacote financeiro para a reconstrução do território porto-riquenho. A estimativa é que sejam necessários 90 bilhões de dólares.