Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chef Benoît Violer, considerado o melhor do mundo, é encontrado morto em casa

A principal hipótese da polícia suíça é de que o cozinheiro teria se suicidado com uma arma de fogo

O chef franco-suíço Benoît Violier, recentemente consagrado o melhor cozinheiro do mundo pelo prêmio La Liste, foi encontrado morto na noite de domingo em sua casa. O cozinheiro de 44 anos administrava seu badalado restaurante l’Hôtel de Ville, em Crissier, próximo à cidade suíça de Lausana.

A promotoria suíça abriu uma investigação para estabelecer as causas definitivas de morte, mas a principal hipótese é de que Violier teria se suicidado com uma arma de fogo. “A polícia do oeste de Lausana encontrou o corpo sem vida de Benoît Violier, de 44 anos, em sua residência em (a cidade de) Crissier”, indicou a polícia local em um comunicado. Violier “teria posto fim aos seus dias com uma arma de fogo”.

Leia também:

Hotéis franceses perderam mais de R$ 1 bi após ataques em Paris

Incêndio atinge o luxuoso Hotel Ritz de Paris

A morte ocorreu três semanas depois de seu restaurante, que já ostentava três estrelas no Guia Michelin, obter o título de “melhor restaurante do mundo” pela La Liste, uma lista que elege anualmente os 1.000 melhores restaurantes do mundo. O chef era também um caçador e especialista na preparação de carne de caça.

O Guia Michelin, que nesta segunda-feira lança o seu guia de restaurantes premiados para 2016, comentou a morte do chef em sua conta no Twitter: “Estamos chocados com a morte de Benoît Violier, um chef com imenso talento. A sua família e equipe estão em nossos pensamentos”.

(Da redação)