Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Chávez supera infecção, mas ainda respira com dificuldade

Mas ministro de Comunicação admite que tratamento ainda não está concluído

Por Da Redação 26 jan 2013, 20h36

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, superou a infecção grave que sofria, embora ainda tenha dificuldades para respirar, informou neste sábado o governo do país. Em mensagem transmitida de Santiago, capital do Chile, em rede de rádio e televisão, o ministro de Comunicação venezuelano, Ernesto Villegas, disse que o mandatário “cumpre plenamente o tratamento médico”, após a complexa operação do dia 11 de dezembro.

Leia também:

Leia também: Chávez tem ‘batalha’ contra câncer à frente, diz chanceler

“Neste momento, a infecção respiratória grave foi superada, embora persista certo grau de insuficiência respiratória que está sendo devidamente tratada”, afirmou Villegas, que viajou junto ao vice-presidente venezuelano, Nicolás Maduro, ao Chile para participar da cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e do Caribe (Celac) e a União Europeia (UE).

Saiba mais:

Saiba mais: Oposição lança manifesto para superar crise política no país

Continua após a publicidade

O ministro ressaltou que o tratamento ainda não está concluído, apesar desse “progresso” desde a cirurgia do dia 11 de dezembro de 2012 para a remoção de uma lesão maligna na região pélvica. Segundo Villegas, continuarão sendo realizadas “análises complementares de laboratório e de imagens para o acompanhamento estrito da evolução do presidente”.

Leia também:

Leia também: Ministro diz que “não há data prevista” para volta de Chávez

Hugo Chávez, de 58 anos e reeleito em outubro para um quarto mandato, foi operado pela quarta vez em 11 de dezembro e desde então não é visto. Mesmo em tratamento em Havana, o caudilho teria discutido política e economia e tomado decisões. Maduro divulgu a versão mítica de que Chávez governa desde seu leito no hospital.

(Com agência EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade