Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Chávez permanece ‘estável’ após infecção respiratória

Depois de nova complicação no pós-operatório, presidente será colocado em repouso absoluto e pode não participar da cerimônia de posse em 10 de janeiro

O estado de saúde de Hugo Chávez é “estável” após o presidente venezuelano sofrer uma infecção respiratória na última segunda-feira, segundo informou o ministro das Comunicações, Ernesto Villegas. Chávez está internado em Cuba desde a semana passada, quando foi submetido a uma complexa operação contra um câncer na região pélvica. Foi a quarta intervenção cirúrgica do governante desde junho do ano passado, quando a doença foi diagnosticada.

Leia mais:

Chávez anuncia volta do câncer e fala em Maduro como sucessor

Ungido por Chávez, Maduro tem apoio restrito mesmo em seu partido

Oposição menciona constituição e se apresenta como alternativa

Repouso absoluto – Villegas informou que a infecção respiratória foi imediatamente controlada e acrescentou que o presidente venezuelano vai permanecer em repouso absoluto nos próximos dias em Cuba. O ministro disse ainda que os venezuelanos “devem estar prontos para entender” se Chávez não tiver condições de estar presente na cerimônia de posse de seu novo mandato, em 10 de janeiro.

O governo minimizou a infecção, garantindo que ocorrências desse tipo são comuns em pacientes que são submetidos a cirurgias complexas, como a de Chávez. Na intervenção da semana passada, que durou seis horas, o presidente venezuelano sofreu um sangramento que precisou ser controlado. Autoridades de Caracas já advertiram que o processo de recuperação de Chávez pode ser longo e delicado.

(Com agências Reuters e Estadão Conteúdo)