Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Chávez anuncia indulto para 141 presos como ato de ‘justiça’

Por Da Redação
24 dez 2011, 19h47

Caracas, 24 dez (EFE).- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, concedeu indultos neste sábado para 141 presos que apresentaram boa conduta e cumpriram os requisitos para receber o benefício e também reconheceu as demais libertações que ocorreram durante esta semana.

‘Neste dia de Natal, 100 homens e 41 mulheres, ou seja, 141 compatriotas vão para suas casas para verem suas famílias’, anunciou Chávez em um Conselho extraordinário de Ministros.

Chávez disse que decidiu outorgar o benefício para este grupo de presos devido ao bom comportamento dos mesmos na prisão. Além de avaliar o tipo de delito cometido e outros fatores, todos teriam que já ter cumprido ou estar cumprindo a terceira parte de sua pena.

Após anunciar o beneficio aos presos venezuelanos, Chávez exaltou a postura do presidente de Cuba, Raúl Castro, o qual também anunciou na última sexta-feira emissão de indultos para mais de 2,9 mil presos, além da libertação de 86 presos estrangeiros.

‘É justiça e é um estímulo para vocês. Somos compatriotas’, assinalou o governante, que se disse disposto a usar esta medida ‘cada vez que julgar necessário, não somente em dezembro’.

Continua após a publicidade

Além de aplaudir a decisão de Raúl Castro, o presidente venezuelano também exaltou a libertação de Henry Vivas e José Sánchez ‘Mazuco’, ambos presos políticos. Porém, eles ganharam a liberdade devido às condições de saúde que se encontram, as quais não são nada favoráveis.

Vivas é um dos comissários sentenciados pelo golpe de Estado que derrubou o próprio Chávez durante 48 horas em 2002 e ‘Mazuco’ é um deputado opositor condenado por homicídio.

‘Estão doentes. Parece-me positivo o fato de um juiz poder adotar essa medida, já que na prisão seus respectivos estados de saúde poderiam piorar’, considerou o chefe de Estado, que deixou claro que se tratou de uma decisão judicial. ‘Eu não tenho nada com isso’, completou Chávez. EFE

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.