Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Célula terrorista que planejava atentados é detida no Bahrein

Por Da Redação 12 nov 2011, 15h38

Manama, 12 nov (EFE).- O Ministério do Interior do Bahrein anunciou neste sábado a detenção de uma suposta célula terrorista que planejava ataques contra personalidades e importantes instalações do país, assim como contra a embaixada saudita em Manama.

Em entrevista coletiva, o porta-voz oficial do Ministério, Tareq al-Hassan, afirmou que a célula estava composta por cinco pessoas de nacionalidade bareinita e que seriam xiitas, embora não tenham confessado.

Entre os alvos do grupo estava o Ministério do Interior, a ponte que liga o Bahrein à Arábia Saudita e a embaixada saudita em Manama, o que lembra o suposto complô iraniano contra a legação diplomática saudita em Washington, de outubro.

O porta-voz relatou que quatro integrantes do grupo foram detidos pelas forças de segurança no Catar, aonde chegaram da Arábia Saudita, enquanto o quinto foi capturado no Bahrein. No veículo dos primeiros presos, foi encontrada documentação e informações sobre instalações vitais no território bareinita.

Al-Hassan revelou que dentro do carro havia passagens de avião com destino à Síria e somas em dólares, que ele não detalhou quanto era.

As autoridades do Catar interrogaram os presos, que confessaram que seu objetivo era criar uma organização para lançar ataques contra instituições e personalidades bareinitas.

Os detidos saíram ilegalmente do Bahrein instigados por outras pessoas com destino ao Irã através de territórios catarianios e sírios, segundo o porta-voz.

O desmantelamento desta suposta célula aconteceu depois que dezenas de opositores, em grande parte xiitas, foram detidos nos últimos meses, acusados de querer derrubar o regime bareinita.

As detenções foram colocadas em prática após os protestos políticos que começaram em fevereiro deste ano e evidenciaram a fratura confessional no país, onde 70% da população é xiita, mas o Governo está nas mãos de uma monarquia sunita. EFE

Continua após a publicidade
Publicidade