Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Casamento proibido leva amantes ao suicídio na Índia

Nova Délhi, 12 dez (EFE).- Um casal de jovens amantes se suicidou no estado de Uttar Pradesh, situado no norte da Índia, depois que as famílias se posicionaram contra esse possível casamento, informou nesta segunda-feira à Agência Efe uma fonte policial.

Os corpos de ambos os jovens foram encontrados no último domingo pelas autoridades locais em um poço da aldeia de Jogiveer, no distrito de Sultanpur, disse o superintendente da polícia local, Govind Aggarwal, que detalhou que os jovens morreram afogados.

Identificada como Geeta, a amante, de 20 anos, estava prometida para outro homem, já que seus pais tinham marcado seu casamento para o próximo dia 18 abril.

Já o amante, conhecido como Sujit, de 30 anos, era casado. No entanto, sua mulher abandonou a relação há algum tempo e não fazia mais parte da vida de Sujit.

A família de Geeta estava ciente desta relação ‘proibida’ e não era a favor do casamento devido ao estado civil do rapaz, além de sua modesta condição de vida.

‘De acordo com as contas telefônicas de ambos, eles se falavam com muita frequência pelo celular’, disse Aggarwal.

Na Índia, principalmente nas áreas rurais, os casamentos seguem sendo arranjados pelas famílias dos noivos, que, por sua vez, permanecem fiéis às complexas regras de casta e linhagem para encontrarem um bom partido. EFE