Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Casal real da Espanha descarta comemoração oficial de bodas de ouro

Madri, 8 mai (EFE).- O rei Juan Carlos I e a rainha Sofía da Espanha não vão comemorar oficialmente o 50º aniversário de seu casamento, que será completado na próxima segunda-feira, dia 14 de maio, confirmou nesta terça-feira o porta-voz da Casa Real em entrevista coletiva.

Segundo ele, ainda não foi definido se a família real fará na próxima segunda-feira algum tipo de celebração particular.

A decisão de não organizar uma cerimônia oficial comemorativa das bodas de ouro foi adotada pelos reis antes da viagem particular do monarca a Botsuana, onde por causa de uma queda fraturou o quadril e teve que ser submetido a uma intervenção cirúrgica.

Os reis, que se casaram em 14 de maio de 1962 em Atenas em uma dupla cerimônia matrimonial, católica e ortodoxa, a qual compareceram 137 reis e príncipes, comemoraram em 1987 suas bodas de prata de forma oficial, recebendo membros da realeza europeia e os integrantes do Governo espanhol, liderado então pelo socialista Felipe González.

No encontro de hoje com a imprensa, a Casa Real anunciou também que revisa o modo que informará no futuro a opinião pública e as instituições sobre as atividades da Família Real.

O porta-voz explicou que a mudança no modo de informar sobre determinadas atividades não ocorrerá imediatamente, e declarou que pode haver novidades em julho, quando a instituição espera ter em andamento seu novo site oficial.

Ainda de acordo com o porta-voz, a Casa Real não recebeu do governo nenhum pedido de dados sobre a viagem particular do rei a Botsuana.

No dia 18 de abril, o rei Juan Carlos se desculpou publicamente, em um gesto sem precedentes, por sua viagem para participar de uma caçada em Botsuana.

As desculpas do monarca ocorreram após a polêmica gerada, tanto nos partidos políticos como na sociedade, por sua viagem em meio à situação de crise econômica da Espanha. EFE