Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Casa Branca está horrorizada com ‘brutalidade’ de massacre na Síria

Washington, 26 mai (EFE).- A Casa Branca expressou neste sábado seu horror com o massacre de 92 pessoas, entre elas 32 crianças, ocorrido nesta sexta-feira na localidade síria de Al Haula e voltou a condenar a brutalidade ‘indescritível e desumana’ do regime de Bashar al Assad, conforme indicou em comunicado enviado à Agência Efe uma porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca.

Ações como este massacre são testemunho ‘de um regime ilegítimo que responde ao protesto político pacífico com uma brutalidade indescritível e desumana’, acrescentou o comunicado.

A secretária de Estado, Hillary Clinton, também condenou ‘nos termos mais enérgicos’ o massacre e ressaltou em outro comunicado que no ‘feroz ataque’ em um bairro residencial de Al Haula esteve envolvida ‘a artilharia do regime’.

‘Os que cometeram esta atrocidade devem ser identificados e obrigados a prestar contas’, afirmou Hillary, ao insistir em que os EUA ‘trabalharão com a comunidade internacional para intensificar a pressão sobre Assad e seus camaradas’.

O enviado especial da ONU e a Liga Árabe para a Síria, Kofi Annan, deve viajar para Damasco este domingo para avaliar o acordo assinado há mais de um mês pelas partes que estipulava um cessar-fogo que foi descumprido sistematicamente. EFE