Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Casa Branca diz que Acordo de Paris é o ‘mais ambicioso da História’

Segundo país que mais polui no mundo, Estados Unidos aprovaram o histórico acordo para diminuir o aquecimento global

Por Da Redação 12 dez 2015, 18h33

A Casa Branca está celebrando o que chamou de “o mais ambicioso acordo sobre mudança climática da História” depois que os Estados Unidos e outros 194 países apoiaram o “Acordo de Paris”, primeiro marco jurídico universal de luta contra o aquecimento global. O documento anunciado neste sábado na 21ª Conferência do Clima (COP-21) das Nações Unidas terá caráter “legalmente vinculante”, obrigará todas as nações signatárias a organizar estratégias para limitar o aumento médio da temperatura da Terra a 1,5ºC até 2100 e preverá 100 bilhões de dólares por ano para projetos de adaptação dos efeitos do aquecimento a partir de 2020.

COP-21: Por que é importante um acordo contra as mudanças climáticas?

“Isto é enorme: quase todos os países do mundo acabam de assinar o acordo de Paris sobre alterações climáticas – graças à liderança norte-americana”, escreveu o presidente Barack Obama em sua conta no Twitter. A Casa Branca disse que o acordo estabelece “um quadro global de longo prazo e durável” para cortar as emissões de gás de efeito estufa. Os EUA são o segundo maior poluidor do mundo (atrás apenas da China), e Obama prometeu que o país cortará suas emissões totais em 26% a 28% até 2030.

As conversas sobre o clima já haviam enfrentado oposição dos Republicanos, que controlam o Congresso. Eles dizem que o compromisso de Obama de reduzir emissões das centrais de energia dos EUA pode cortar milhares de empregos e aumentar os custos da eletricidade.

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Ban Ki-moon, disse que o Acordo de Paris coroa um esforço de sete anos para fazer o mundo reagir à mudança climática. À medida que autoridades de diversas nações se revezavam elogiando o acordo, Ban afirmou que “o que um dia era impensável agora é incontrolável. É um bom acordo e vocês todos devem ficar orgulhosos”.

O sul-coreano falou sobre suas viagens pelo mundo ouvindo vítimas relatarem as suas dificuldades com os efeitos da mudança climática, disse que agora o mundo está ouvindo esses relatos. “O mundo começa amanhã. “A História se lembrará deste dia. O acordo de Paris sobre mudança climática é um sucesso monumental para o planeta e sua população.”

Twitter – Além de Obama, outras autoridades mundiais utilizaram suas contas na rede social para exaltar a importância do acordo.”É um marco para o planeta. É raro na vida ter a oportunidade de mudar o mundo”, comentou François Hollande, presidente da França, país sede da conferência. “O acordo climático de hoje garante que nossos netos verão que fizemos nosso dever para garantir o futuro de nosso planeta”, disse o primeiro ministro britânico David Cameron.

Ex-vice-presidente dos EUA, o ecologista Al Gore também comemorou. “Hoje, as nações do mundo concluíram um acordo ousado e histórico”, escreveu ele. O ministro do Meio Ambiente do Peru, Manuel Pulgar Vidal, lembrou que as bases do acordo haviam sido traçadas no evento anterior, a COP 20, realizada no país latino-americano. “Peru orgulha-se de ter feito parte deste histórico acordo climático.”

(com AFP e Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade