Clique e assine com 88% de desconto

Casa Branca descarta encontro entre Obama e Fidel em Cuba

Por Da Redação - 10 mar 2016, 09h09

Durante sua histórica viagem aos Estados Unidos entre os dias 20 e 22 de março, o presidente americano, Barack Obama, se reunirá com o ditador cubano, Raúl Castro, mas não com o ex-ditador Fidel Castro. A informação foi divulgada nesta quinta-feira pelo vice-conselheiro para segurança nacional da Casa Branca, Ben Rhodes. Fontes disseram recentemente à imprensa que, apesar de não ter sido confirmada oficialmente, uma reunião entre Fidel e Obama era possível.

A assessora de segurança Nacional da Casa Branca, Susan Rice, confirmou que Obama irá se encontrar com dissidentes cubanos durante sua viagem à ilha. As questões dos direitos humanos e da democracia são os maiores entraves nas conversações sobre a retomada de relações diplomáticas.

Leia também

Obama apresenta plano para fechar prisão de Guantánamo

Publicidade

Casa Branca confirma que Obama se reunirá com dissidentes em Cuba

Obama visitará Cuba em 21 e 22 de março

EUA autorizam até 110 voos regulares diários para Cuba

Histórico – O presidente americano anunciou recentemente que irá realizar uma visita histórica a Cuba, tornando-se o primeiro mandatário do país a visitar a ilha em cerca de oito décadas. Segundo representantes da Casa Branca, a primeira-dama, Michelle Obama, acompanhará o chefe de Estado. A histórica viagem acontece em meio ao processo de retomada de relações entre os dois países, anunciado em dezembro de 2014.

Publicidade

(Com ANSA)

Publicidade