Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Candidato ‘zebra’ lidera votação democrata em Iowa, nos EUA

Peter Buttigieg, único abertamente gay, sai na frente; partido divulga apenas 62% dos votos

Por Da Redação 4 fev 2020, 19h49

Depois de mais de 24 horas de espera, o Partido Democrata conseguiu anunciar apenas o resultado parcial das suas primárias no estado americano de Iowa nesta terça-feira, 4. O presidente estadual da legenda, Troy Price, pediu “desculpas” pela pane técnica no mecanismo de apuração e revelou que o ex-prefeito de South Bend, Pete Buttigieg, está na liderança, com 26,9% dos votos.

Buttigieg não figura entre os favoritos nas pesquisas de opinião nacionais. Segundo o portal Real Clear Policy, está em quinto lugar na disputa democrata. Em Iowa, porém, algumas consultas locais já o apontavam na liderança. Veterano da Guerra do Afeganistão e com carreira política restrita ao pequeno município do estado de Indiana, Buttigieg é também o único pré-candidato abertamente homossexual.

Até o início da noite, os democratas haviam apurado apenas 62% dos votos. Na cola de Buttigieg, que anunciou prematuramente sua vitória na noite de segunda-feira 3, está o senador Bernie Sanders, com 25,1%. Em terceiro, vem a senadora Elizabeth Warren, com 18,3%. O ex-vice-presidente Joe Biden, considerado favorito para a nomeação do partido às eleições presidenciais em novembro, ficou na quarta colocação, com 15,6%.

“Minha prioridade é a precisão e a integridade dos resultados”, disse Price. “Nós queremos que os cidadãos de Iowa sejam confiantes do processo”, concluiu.

O dirigente democrata afirmou que os 38% dos votos restantes serão apurados por meio de consulta às cédulas impressas. “Os dados brutos estão seguros”, assegurou Price.

A próxima etapa das primárias democratas ocorre no estado de New Hampshire na próxima terça-feira, 11. Essa etapa de votações em todos os estados americanos será concluída apenas em julho, quando a Convenção do Partido Democrata escolherá o adversário do atual presidente, Donald Trump, nas eleições de novembro.

  • Atraso

    Por volta das 19h (22h em Brasília) desta segunda, os cidadãos de Iowa registrados como democratas se reuniram em assembleias locais – o caucus – do partido para deliberar sobre o candidato favorito. Horas depois, quando nenhuma parcial dos resultados havia sido divulgada, tornou-se claro que algo incomum havia ocorrido no processo. Para se ter uma ideia, em 2016, após três horas do fim da votação, 90% dos resultados já eram conhecidos.

    A expectativa de que o resultado das primárias democratas em Iowa fosse divulgado ainda na noite desta segunda-feira fracassou. Houve confusão e apreensão nas campanhas dos principais pré- candidatos do partido para as eleições presidenciais deste ano.

    Trump, que levou a melhor no caucus de Iowa do Partido Republicano, ironizou a oposição. “O caucus democrata é um desastre total. Nada funciona, tal como eles dirigiam o país”, escreveu o presidente em seu perfil que mantém no Twitter.

    Continua após a publicidade
    Publicidade