Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Canadá espera mudanças positivas na Coreia do Norte após morte de Kim Jong-il

Toronto (Canadá), 19 dez (EFE).- O Governo do Canadá afirmou nesta segunda-feira que espera ‘mudanças positivas’ na Coreia do Norte após a morte do líder Kim Jong-il, que, segundo sua opinião, ‘violou os direitos básicos dos norte-coreanos’ durante quase duas décadas.

‘Esperamos que sua morte traga mudanças positivas e permita que o povo da Coreia do Norte se livre de seis décadas de isolamento, opressão e miséria’, declarou em comunicado o primeiro-ministro canadense, Stephen Harper.

‘As insensatas decisões do regime fizeram da Coreia do Norte uma nação empobrecida e um país isolado da comunidade internacional por sua perigosa proliferação nuclear e programas de mísseis balísticos’, continuou.

‘Encorajamos a Coreia do Norte a encerrar este triste capítulo em sua história e trabalhar novamente para promover tanto o bem-estar de seu povo como a estabilidade da península coreana’, acrescentou o primeiro-ministro canadense.

A Coreia do Norte anunciou hoje a morte de Kim Jong-il, após 17 anos no comando do país, e que agora deverá ser substituído por seu filho mais novo, Kim Jong-un.

Um infarto do miocárdio provocado pela ‘fadiga física e mental’ durante uma viagem de trem fora da capital, Pyongyang, na manhã do sábado foi a causa de sua morte, segundo a agência de notícias oficial ‘KCNA’.

Kim Jong-il governava o país desde que em 1994 seu pai e fundador do regime, Kim Il-sung, morreu, também de um ataque cardíaco, aos 82 anos. EFE